PELO ESPELHO

Márcia Lupia

Márcia Lupia

Pelo espelho contemplo…

Meus cabelos brancos,

Minha pele com sardas,

Meu sorriso forçado,

Meus olhos cansados…

As pupilas palpitam descompassadas,

A íris colorida traz um filme,

De memórias que poderiam estar enterradas,

São como vício, não como crime,

Verdades amargas e escancaradas.